Senciência é a capacidade dos seres de sentir sensações e sentimentos de forma consciente. E os animais têm esta inteligência, inclusive, com lei aprovada e reconhecida pelo Senado. Infelizmente essa proposta protetiva não abrange todos os animais. Exclui-se os animais de agropecuária, os utilizados nas pesquisas científicas e os que participam das manifestações culturais integrantes do patrimônio cultural brasileiro, como por exemplo a vaquejada. Ou seja, ainda temos muito o que avançar nesta questão. Os animais, assim como os seres humanos, têm a aptidão de perceber conscientemente o que lhes acontece e o que lhes rodeia. Não é necessário ser um estudioso de comportamento animal para ver como um cachorro balança um rabo ao ver seu dono chegar em casa ou como uma vaca chora ao entrar no corredor da morte de um matadouro, sabendo que sua vida será ceifada dentro em breve. Dito isto, não há mais nenhum tipo de dúvidas atualmente que os animais são seres sencientes e não meros objetos de desejo do homem.

E digo mais: Há vida em tudo. Ampliando nossos conhecimentos e percepções sobre a existência até num cristal ou elétron há uma sublime essência. Tudo se move, vibra, cresce, dissipa-se. Tudo muda o tempo todo. Ramatis — entidade espiritual que orientou na escrita dos livros do escritor Hercílio Maes — já disse: “Nem sempre o homem vegetariano é evoluído, mas todo homem evoluído fatalmente é vegetariano.” Leia mais sobre esta questão no meu artigo “Vegetarianismo, alinhado com os princípios universais”. Se já temos ciência de que há presença em tudo, qual o motivo de a maioria dos seres humanos insistirem em ceifar vidas?

Inteligentes e sencientes
Ana Dantas
A onda do amor é muito mais longa

Obviamente que não podemos generalizar, ainda mais que à medida em que as pessoas vão expandindo suas consciências, enquanto seres universais que somos, elas se auto revolucionam. Na visão de Mestre de Rose, para você ser vegetariano num mundo que não é, você tem que ser corajoso. “Quem não come carne nesse mundo é um subversivo. Está no mínimo, revolucionando a economia mundial. Não é só o aspecto humanitário no tratamento com os animais, muito menos apenas o aspecto da saúde, nem o aspecto ambientalista, trata-se da revolução do amor e da compaixão”, Rose complementa.

E o que ele diz faz todo o sentido. Sob a ótica do efeito Isaías: Quando sentimos amor, gratidão e estima, o DNA relaxa e seus filamentos se estiram, ficando mais longo. Quando sentimos raiva, medo ou estresse, o DNA se encolhe, tonando-se mais curto e, com isso, muitos códigos se apagarão. Quando os códigos de DNA se conectam são capazes de haver até cura física de doenças, pois desta forma estamos nos conectando com a criação. Obviamente que para ter esta cura de forma plena os filamentos têm que ser mais longos. Ou seja, a cura está em sentimentos como o amor, a alegria, a paz e não no medo, raiva ou tristeza. Se queremos estar envoltos na vibração do amor, por que ainda se pratica o oposto deste sentimento?

Inteligentes e sencientes
Ana Dantas
O reino animal também tem que expandir e se desenvolver

Se todos nós estamos conectados numa verdadeira rede de criação que se forma por intermédio de nossa vibração, devemos sempre colocar atenção em como estas sensações são formadas. Obviamente, se ponderarmos que pensamentos, sentimentos e emoções são vibrações e essa vibração produz até geometria em diversos materiais como água, azeite, grafite e enxofre em pó, o que tais oscilações podem fazer efeito com as plantas, animais e seres humanos?

Se o ser só vive com raiva, pessimismo e sentimentos ruins, com o que você acha que ele vai se conectar? Emoções são o alimento da alma que influenciam não só nossa saúde, mas, também, os nossos destinos. E, então, sentir e fazer o outro sentir emoções de baixa vibração há de saber que não é salutar nem para quem pratica, nem para quem recebe tais tipos de energias. Eu gostaria de salientar que existem vários livros, vídeos, artigos e depoimentos nas redes sociais que ressaltam o desenvolvimento de animais que, em convívio amoroso com o ser humano, progrediu sua luz interior, expandindo-se lindamente.

Inteligentes e sencientes
Ana Dantas
Conexão total com a natureza e sua singeleza

Eu mesma tenho o privilégio de conviver com animais de estimação de personalidades diversas e que aprendem diariamente com suas atitudes. Eles conversam pelo jeito de olhar, o tom do miado, a inflexão do latido e até quando ronronam ou dormem com suas barrigas para cima, demonstrando total confiança no ambiente que vivem. Também já presenciei o desenvolvimento humano quando são expostos ao contato de animais como cavalos, cães entre tantos outros. São seres abençoados e de muita luz que buscam sua liberdade evolutiva à medida que aprendem através da benquerença. Se são adotados, demonstram claramente, seu amor incondicional. Abençoados são aqueles humanos que se presenteiam com esta experiência de afeto.

As pessoas estão iludidas e manipuladas pela propaganda porque pensam que “precisam” de carne animal para sua sobrevivência. Particularmente eu sou prova viva de que nada disso se faz necessário, afinal como seres de luz que somos, nós não “precisamos” de crenças limitantes. Além disso, e segundo estimativa oficial do IBGE 14% dos brasileiros se declaram vegetarianos atualmente, 29,2 milhões de pessoas que não se alimentam de animais de nenhuma espécie. Em algumas cidades metropolitanas como São Paulo, Curitiba, Recife e Rio de Janeiro este percentual sobe para 16% (dados de 2018). Obviamente que, com a expansão da consciência, este número de adeptos de respeito aos animais e natureza só tem a aumentar a cada dia.

Inteligentes e sencientes
Ana Dantas
A compaixão pelos animais está intimamente ligada a bondade de caráter

Para Ramatis, “chegará o dia que a Terra será promovida a um mundo regenerado, situação em que o planeta Terra somente abrigará espíritos portadores de bons hábitos. Quando isso ocorrer, não haverá mais espaço para os matadouros. Nesta ocasião todos os terráqueos serão vegetarianos. Os espíritos que não se ajustarem a nova forma de vida mais saudável e amorosa deverão seguir para outro mundo mais inferior e condizente com sua condição primitiva no tocante a alimentação carnívora e demais vícios danosos a evolução espiritual.” Ainda segundo ele, enquanto tiverem no ventre um cemitério, o homem há de ser sempre um escravo preso a roda das reencarnações retificadoras até acertar as contas cármicas com a espécie animal.

Há de se lembrar que São Francisco de Assis discursava aos lobos e esses ouviam-no como se fossem inofensivos cordeiros. Jesus ascendia sua mão abençoada e as cobras mais ferozes se aquietavam em doce meio. Recentemente eu tive uma experiência que só reafirmou duas experiências de vida para mim: O amor é uma energia forte apesar de sua singeleza, e, devemos proceder com qualquer outro ser vivo como gostaríamos de sermos tratados, acolhidos e amados.

Inteligentes e sencientes
Ana Dantas
Amor poderoso antídoto para baixas vibrações

Eu estava passeando com minha cadela quando, do outro lado da rua, dois cachorros correram, latindo de forma agressiva, em nossa direção. Os cães queriam nos coagir através do medo, pois certamente foi isso que aprenderam com seus tutores. Minha cadela não se abalou e manteve o seu ritmo do caminhar. Ela não só confia em mim como foi criada a base do amor. Então: temer o quê? Eu me virei calmamente para os cães, contudo, com a voz firme, e perguntei para eles por que tamanha agressividade se eles tinham opção de usufruir do amor, uma vez que também eram seres divinos.

O cachorro mais agressivo ao me ouvir baixou imediatamente o seu rabo e atravessou a rua, seguido pelo outro, voltando ao lugar de origem. Eu e minha cadela seguimos andando quando um casal que nos olhava me chamou e disse que a paciência e amor que eu tive ao falar com os animais tinham desarmado os dois. Eu sorri para o rapaz e lhe respondi que as pessoas se enganam com o poder do amor, pois ele é uma energia muito forte, eficaz e duradoura.

Inteligentes e sencientes
Ana Dantas
Caminhos individuais para experiências singulares

Eu sempre digo nas palestras que faço para as crianças que elas têm duas opções de caminho: O amor ou o medo. Sabemos que a escolha é de cada um e jamais deveremos julgar, apenas acolher. Contudo, cada escolha tem que ser consciente, pois a colheita é inevitável. Se pudesse, sugeria ao mundo plantar mais amor.

Ramatis ainda lembra que “não há injustiça na lei divina, portanto, a lei cármica não permitirá que os homens sejam felizes enquanto massacrarem seus irmãos menores, indefesos e serviçais que também tem alma e sentem dores.”

E você, que trilha usualmente toma ao se relacionar com os seres inteligentes e sencientes: A do amor ou do medo? Me conta aqui nos comentários!


14 comentários

Andrea · 18/01/2021 às 4:24 PM

Isso aí aninha!muito iluminada!!!

    Ana Dantas · 18/01/2021 às 5:07 PM

    Andrea, a luz está em cada um de nós. As escolhas e experiências sempre serão individuais. Viver é amor!

Ana Paula · 18/01/2021 às 4:57 PM

Muito bom. Deus abençoe. Sucesso.

    Ana Dantas · 18/01/2021 às 5:08 PM

    Ana Paula, querida, Sejamos sempre abençoadas! Gratidão pela sua visita aqui.

Maria Schlaepfer · 18/01/2021 às 5:23 PM

Espetacular parabéns como sempre muito explicativo

    Ana Dantas · 18/01/2021 às 7:16 PM

    Gratidão pelo seu comentário e carinho. Venha sempre!

Alessandro Espinoza · 18/01/2021 às 5:45 PM

Muita sensibilidade, aprendendo sempre com você. Um bj de luz no seu coração.

    Ana Dantas · 18/01/2021 às 7:17 PM

    Alessandro, eu é que agradeço estar cercada de seres amáveis que querem aprender e se desenvolver, enquanto ser de luz. Que seu caminhar seja sempre iluminado!!!

Leonardo Coelho · 18/01/2021 às 7:00 PM

Belo texto Ana, gostei muito! Parabéns… “Conhecimento para o amadurecimento humano”

    Ana Dantas · 18/01/2021 às 7:19 PM

    Leonardo, temos que aprender a dividir o que temos de melhor, contudo, sempre respeitando opiniões plurais de um contexto. Gratidão pelo seu comentário!!!

Érica · 18/01/2021 às 9:46 PM

Parabéns Ana querida, arrasou 😍

Mariana Braga · 18/01/2021 às 11:29 PM

Muito bom, como sempre minha querida!
Eu também tenho muito amor e compaixão pelos animais .

    Ana Dantas · 19/01/2021 às 6:09 PM

    Mariana, já lhe disse desde que lhe conheci: você é puro amor!

Deixe uma resposta