O que é realmente ter uma consciência plena? Antes de divagar pelo tema é importante a clareza em alguns pontos: Seja através da ansiedade, tristeza ou qualquer tipo de dor, o sofrimento é uma forma do nosso subconsciente resistir à nossa natureza. Ou seja, nossa mente não aceita o que somos e julga o tempo todo, em resistência àquilo que nos é inato: a alegria e felicidade.

Quando a mente nega o tempo presente — dando ênfase no apego ao passado ou tornando-se ansiosa pelo futuro —, em verdade, é porque ela não consegue nos controlar. Dito isto, ter uma consciência plena é estar presente integralmente em tudo aquilo que se faz.

Ter consciência é apreciar o caminho onde estamos. Queremos tanto chegar no futuro que a ansiedade toma conta de nós e, então, esquecemos de apreciar nossa estrada, nossa jornada em todo o presente e, como dádiva, que ela é. Pensamos: “No futuro será melhor…” E por que não no agora? Atente-se que a palavra sucesso vem de suceder, passar à diante: Algo que eu recebo, assimilo, transmuto em mim e, somente depois disso, eu transmito.

Consciência plena
Ana Dantas
A mente resiste ao presente para nos controlar

Contudo, para transmitir, tem-se que vivenciar para compreender e incorporar as experiências. Nos transformamos todos os dias e recebemos por toda a vida inúmeras influências vindas de todas as possibilidades que o Universo nos oferece. Contudo, nem sempre estamos atentos, pois não temos consciência, ou seja, não estamos presentes.

Quando somos capazes de estar abertos a novos potenciais, a novos paradigmas, nós nos desenvolvemos. Aquele que não muda “de jeito nenhum” perde oportunidades de crescer e viver. Esquece-se que a vida é movimento e transformação. A realidade é o encontro e o reconhecimento de nós mesmos no outro.

O tempo e a mente são inseparáveis. E é exatamente quando o tempo se alimenta da mente — e vice-versa — que eles assumem o controle de nossas vidas, manipulando-nos através de pensamentos que nos geram problemas, sofrimentos e mágoas. Como então evitar apegos e aversões para vivermos plenamente, de forma consciente, o presente?

Ana Dantas
Consciência plena
Aceite e se alinhe à felicidade e alegria

Ao se dissolver o sofrimento do passado e desencorajar a preocupação pelo futuro nos aproximamos de nossa verdade, consentindo e vivenciando o presente de forma consciente. Assim, a aceitação daquilo que somos é a chave do sucesso. Declinar de julgamentos — primeiro quando nos sentenciamos e depois quando classificamos o outro — é sempre eficaz na jornada para obter uma consciência plena.

Outro ponto importante é ter foco principal no agora, deixando de criar tempo, para desfrutar dele. É inverter a ordem: Trocar as visitas constantes e longas no passado e futuro por visitas rápidas e infrequentes. Quando estamos conscientes de experienciar o presente em plenitude, o padrão do sofrimento desaparece. Neste momento, estamos dizendo “sim” para a vida e para a nossa natureza.

Ao dizermos “sim” para a vida, ela, inevitavelmente, move-se em nosso favor. Lembre-se a inconsciência é que cria o martírio mental. Assim, estimular memórias positivas, percebendo que somos uma teia de possibilidades de pensamentos, sensações e emoções, é o que alimentará o nosso desenvolvimento.

Ana Dantas
Consciência plena
A dor acha a alegria indigesta

O que alimentarmos em nós é o que crescerá. Usualmente, o caminho do presente é sem obstáculos, desde que evitemos escolher, selecionar ou manifestar preferências. E se só experienciássemos o caminho, renunciando a eleições que fazemos disso ou daquilo, apenas para que o Universo inteiro esteja em nossas mãos? Quando escolhemos uma das inúmeras possibilidades que o Universo nos propõe, seguramos, em nossas mãos, uma só alternativa, e então, nos apegamos a ela. E o apego impede que aprendamos outras possibilidades e olhares. E, assim, nos limitamos.

Isto exposto, o melhor é aceitar o que o Universo nos propõe no presente momento — como se fosse nossa escolha — e depois agir, aliado a ele e transformando cada momento de nossas vidas como se fosse verdadeiros milagres. Entenda de uma vez por todas que quanto mais forte são as raízes, mais saudável será a felicidade. A palavra felicidade vem de fértil, frutífero, aquilo que dá frutos. Melhor dizendo, a felicidade nos chega quando compartilhamos aquilo que recebemos ou temos.

A consciência plena passa pela memória correta, quando lembramos da veracidade, pois somos a verdade. Podemos até não a exercitar ou deixar transparecer em totalidade, mas sim, somos a verdade. A verdade está em cada indivíduo. Só temos que ter a capacidade de nos relembrar, reencontrarmos e nos revermos em toda nossa autenticidade.

Ana Dantas
Consciência plena
Somos Uno e somos o caminho

O despertar passa por entender que cada indivíduo é a teia da vida, pois somos um em tudo o que existe. Todo o passado da humanidade reside em mim e eu sou o resultado deste passado, de todas essas vidas do passado, da minha ancestralidade e da ancestralidade coletiva. Em suma, estamos todos interligados e pertencemos a uma grande e única família.

Poder é nos permitir. Quando estamos presentes inteiro em algo, este algo se manifesta. E isso é poder. Permitir estar presente, absolutamente consciente, é entender que somos vida. Somos o planeta e o sistema solar, nos conectamos e não existe a menor possibilidade de existirmos sem os outros, pois o outro faz parte de mim. Somos o todo manifestado. E este todo se manifesta de inúmeras formas: no corpo humano, no óvulo fecundado e multiplicado, no nosso interno e externo sem separação, na forma de pensar que se molda e modifica a partir de nossas experiências etc.

Todas as causas podem ser entendidas. O entendimento começa em nós, pois quando viajamos pelo autoconhecimento encontramos a porta da paz e tranquilidade. Assim, vivemos serenos e confiantes. Perceber a essência de nossas mentes é libertar-se verdadeiramente. Penetrar no essencial, é perceber o profundo do superficial. E, no profundo, o superficial faz parte do todo para ser apreciado, compreendido e transformado. Apreciar cada instante, inspirando-se em tudo o que o Universo nos propõe e doando o que há de melhor em nós é ter a consciência plena do existir.


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of