Quem tem intuição, tem conexão. A intuição é inata e talvez seja a habilidade natural mais universal que possuímos. O filósofo Baruch de Spinoza considera o conhecimento obtido pela intuição o mais poderoso e desejado, portanto, superior a razão. Ele sustenta que a maior virtude da mente humana consiste em entender as coisas através do conhecimento intuitivo.

Se silenciarmos as conversas mentais contínuas e a inquietação emocional, a intuição flui que é uma beleza. Digo por experiência própria. Há mais de uma década atrás eu fui em um sensitivo e ele me disse: “Se um dia você tiver que optar pelo caminho da razão ou pelo caminho da intuição, jamais pense duas vezes, opte sempre pela sua intuição.” Desde então, tal conselho levo comigo em meu coração, pois também sei que o amor é intuitivo.

Aliás, o coração tem um papel muito importante no processo da intuição. O coração é a chave de inúmeras conexões com o seu Eu superior, diria. Aproveito e te convido a reler meu artigo “O campo eletromagnético do coração” a fim de entender o poder deste órgão que é pura energia do amor.

Ana Dantas
Intuição e seu sublime poder criativo
O coração intuitivo é a nossa voz interior

O coração recebe as informações do futuro antes do cérebro, principalmente quando temos nosso estado positivo em plenitude, otimizando a ressonância com as informações do nível quântico. Grosso modo funciona assim: o coração recebe a informação, envia ao cérebro e uma vez decodificada, ela se converte pela microestrutura neural em imagens mentais, sentimentos e outras sensações.

Acalmando a mente de pensamentos estranhos e adotando o comportamento de interesse emocional positivo uma relação de ressonância é estabelecida no nível quântico. Neste momento, maior será o conhecimento prévio intuitivo sobre um evento ou objeto. Então, desta forma, a percepção intuitiva torna-se indiscreta ao cérebro. Dentro da minha experiência de vida e prática diária, para mim, as melhores intuições são entregues a mim assim que abro os olhos pela manhã. Exatamente por isso, eu procuro acordar sem pressa, sem despertadores e ainda me dou o luxo de ficar quietinha comigo mesma alguns minutos antes de me levantar. Apenas dando tempo para que o download da informação precisa chegue até a mim de forma clara e transparente.

Ana Dantas
Intuição e seu sublime poder criativo
A intuição transcende conhecimento

Isso não significa que no decorrer do dia outras intuições cheguem até a mim. A criatividade é um processo em que a intuição desempenha um papel importante. Quando temos um obstáculo a ser resolvido, o cérebro exercita-se subconscientemente. Quanto mais relaxados estamos (num banho, caminhando num parque ou praia, lavando pratos), a solução para este obstáculo surge na mente consciente. Ela vem numa construção mental como um pensamento ou ideia. São flashes de clareza momentâneos divinos. Temos que prestar a atenção, em silêncio, aos sinais intuitivos que frequentemente estão sob o radar da percepção consciente. Dito isto, faz-se necessário colocar os pensamentos e emoções em ressonância com as leis universais a fim de que possamos receber essa sublime orientação interior.

Sonhos, visões, disfarces simbólicos na forma de impressões ou insights são respostas de nossa intuição para nossas perguntas, obstáculos e questões. Os sistemas psicofisiológicos do corpo geram numerosos campos de energia em várias frequências que irradiam para fora do corpo como campos de ondas em todas as direções. De todos estes campos, o coração gera o campo eletromagnético rítmico mais poderoso que está acoplado a um campo de informações além dos limites clássicos do tempo e do espaço.

Ana Dantas
Intuição e seu sublime poder criativo
A intuição é sábia e transformadora

Esse pressentimento nato contém as informações mais elevadas da alma em direção ao nosso sistema psicofisiológico. Ele aumenta nossa capacidade, indo além das reações e percepções automáticas. Desta forma, tomamos decisões mais inteligentes a partir de uma fonte mais profunda de sabedoria, aumentando a consciência, a sincronicidade, bem como a capacidade de fluir pela vida.

Nikola Tesla, por exemplo, tinha uma intuição afinadíssima. Segundo ele, o cérebro é apenas o receptor. E não somente ele, os gênios são produtos da intuição, pois estão conectados com o infinito, produzindo invenções, descobertas fantásticas, ideias criativas, conhecimentos maravilhosos que não podem ser encontrados em nenhuma biblioteca. Isso acontece muito na música, poesia, artes e ciência.

Ana Dantas
Intuição e seu sublime poder criativo
A intuição é um exercício admirável de nossa natureza

As percepções do coração e do corpo inteiro recebem constantemente, processa e decodifica informações intuitivas. É uma força sutil extraordinária que transmite informações não locais precisas de maneira direta à mente. Quando focamos em um assunto, por exemplo, a percepção de tais informações sobre um evento futuro é experimentada como uma intuição. Uma verdadeira cognição do conhecimento sem o envolvimento direto dos sentidos físicos.

Exercitar diariamente nossa intuição é praticar nossa natureza divina já que a informação intuitiva existe no nível quântico e no movimento da energia como um campo de informação em um domínio separado do tempo e do espaço. Estamos entrando em uma nova era e, mais do que aceitar tais poderes em nós, devemos nos desapegar de crenças limitantes e exercitar nossas habilidades natas e aptidões divinas. Que tal começar esse maravilhoso exercício de conexão universal hoje?


2
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Ana DantasHeitor Fragoso Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Heitor Fragoso
Visitante
Heitor Fragoso

Adorei