A sincronicidade — um conceito desenvolvido por Carl Gustav Jung — descreve um fenômeno idêntico ao da “coincidência”, mas significa a “simultaneidade de dois ou mais acontecimentos” identificados entre si por um mesmo significado, uma mesma ideia. Dentro deste conceito, se propõe a existência de uma espécie de compartilhamento mental de pensamentos. Um pensamento passa pela mente de um indivíduo e então pode ser compartilhado com outro, ambos podem se conhecer ou não. E o que tem tudo isto a ver com o despertar espiritual?

O escritor James Redfield diz que a sincronicidade “traz o foco da atenção para os processos intencionais e não intencionais, para o que está acontecendo e para o que está buscando acontecer. Parece que cada pessoa atrai dois tipos de acontecimentos: aqueles em que ela acredita e aqueles que ela teme. Mas faz isso inconscientemente. (…) creio que podemos conseguir muita coisa quando trazemos o processo para um nível plenamente consciente.”

A percepção da existência do fenômeno de sincronicidade pode trazer significado maior ao indivíduo durante o seu processo de autoconhecimento. Por vezes, ele pode ser entendido como um diálogo do eu consciente que compreende, localiza ou combate os conteúdos do inconsciente.

Sincronicidade e o despertar espiritual
Ana Dantas
Quando estamos no aqui e agora, as sincronicidades acontecem muito

Se o único lugar em que podemos sentir o fluxo da vida é no tempo presente e estando presente, indubitavelmente, nós conseguimos perceber com mais sensibilidade tudo que nos é ofertado pelo universo. Assim, tais significados passam a ter mais sentido em nossa trajetória já que, em percebendo o nosso entorno, podemos reconhecer o agir de Deus em ação.

As sincronicidades podem abrir uma janela para uma fonte criativa de potencial infinito. E, particularmente, posso afirmar que quando estamos cocriando (para saber o que significa, leia o meu artigo “Cocriando a realidade”), a vida se torna mais plena e feliz, pois nossa essência simplesmente transborda em harmonia com o todo. É bom esclarecer que a sincronicidade origina do inconsciente coletivo no nível mais profundo da realidade que sustenta a nossa mente.

Os eventos que nos rodeiam refletem a realidade maior em que vivemos. E isso é divino! No Tao, a natureza, o acaso e a consciência representam 3 características de uma manifestação da força criativa cósmica. Neste caso, a sincronicidade seria a ponte entre a mente, a matéria e o eterno. Há de se respeitar tamanha perfeição de engenhosidade!

Sincronicidade e o despertar espiritual
Ana Dantas
Sincronicidade é uma coincidência com significado

O universo é permeado por padrões inerentes de significados. Todos nós já tivemos uma experiência de sincronicidade, mesmo que alguns ainda não tenham consciência disto. E tais experiências estão relacionadas as coisas as quais atribuímos algum tipo de significado. A sincronicidade é uma conexão entre o mundo interior e o exterior onde os eventos refletem pensamentos, necessidades e desejos particulares. Também parece permitir reestruturações internas, facilitando o crescimento pessoal.

Seria um tipo de experiência psicológica e espiritual operando para nos levar a um determinado destino? Certamente. O fato é que quando acontecem e estamos despertos para tais experiências, passamos a enxergar como fenômenos multidimensionais que nos leva a mudanças nas probabilidades em nossas vidas. Lembro que no princípio do meu despertar da consciência algo me chamava muito a atenção: ver horas repetidas várias vezes ao dia. Naquela época, eu passava por uma situação financeira intrincada e ao buscar o significado de cada um daqueles números fui percebendo que o universo, em verdade, estava me dando recados para aquele momento que me afligia.

Sincronicidade e o despertar espiritual
Ana Dantas
O domínio da potencialidade e criatividade do universo em seus eventos

As sincronicidades estão associadas ao incomum e, geralmente, consistem em experiências transcendentais que muda profundamente a vida de uma pessoa, sob o ponto de vista espiritual. Elas são associadas a um período de transformação como, por exemplo, nascimentos, mortes, paixões, trabalho criativo intenso e até em mudanças de profissão. Ou seja, age como uma restruturação interna e produz uma ressonância externa, uma explosão de energia mental que se propaga para o exterior no mundo físico. Imagine o quanto poder tem num evento como este?!

No momento do evento ocorrido é como se desse uma fusão das realidades subjetivas e objetivas de uma pessoa. Pensamos e aquilo se materializa ou aparece em nossa realidade física. A física quântica já pode demonstrar a existência de um campo quântico ou fonte plena a partir do qual toda matéria surge.

Somos todos participantes de uma realidade baseada em observadores onde as nossas atitudes, intenções e ações focadas interagem com um mecanismo invisível para criar a nossa realidade pessoal e coletiva. É o princípio unificador por trás da consciência individual e a sincronicidade é a transferência de informações instantaneamente ou, pelo menos, mais rápido que a luz.

Sincronicidade e o despertar espiritual
Ana Dantas
Ilimitada como o tempo, numa perfeita comunicação

Se considerarmos que as nossas intenções podem causar efeitos no futuro e que se tornam as causas de um efeito no presente, isso significa que poderíamos estar vivendo num universo de informações que está parcialmente configurado.

É claro que todas as dimensões coexistem entre si no mesmo espaço relativo ao mesmo tempo, pois são compostos por diferentes tipos de campos de energia que podem interagir entre si. Eventos passados e futuros representam formas de pensamentos. E aqueles que se agrupam em torno destes pensamentos são as sincronicidades. Um luxo essa dinâmica!

Não sendo limitada pelo tempo, uma sincronicidade também pode ser simplesmente uma comunicação de uma versão de nós mesmos tentando explicar o que temos que fazer para avançar. As formas de pensamento são criadas a partir da nossa atividade mental e causam a simultaneidade ao redor delas. Isso significa que existimos em dimensões fora do universo físico e somos muito mais do que podemos sentir.

Sincronicidade e o despertar espiritual
Ana Dantas
Manifestações divinas para experienciar esta dimensão

As sincronicidades parecem ter uma ordem pré-estabelecida antes de cruzar o limiar da consciência. A realidade quântica é profundamente subjetiva e o processo fundamental da natureza está fora do espaço tempo, gerando eventos que podem ser localizados no mundo que vemos. O mundo externo é reflexo do mundo interno não físico e as sincronicidades nos permitem vislumbrar o funcionamento interno da nossa mente e como ela se relaciona com o próprio tecido da natureza e da realidade.

Os pensamentos habituais combinados com as ações do cotidiano fazem com que manifestemos sincronicidades em nossas vidas de uma maneira diretamente relacionada à lei da atração. Através de nossas crenças subconscientes, atraímos eventos ou sincronicidades que, se seguidas, nos levará a lugares em que aprenderemos lições importantes da vida que temos que experienciar em nossa jornada.

Viver pela sincronicidade trata-se de aumentar a consciência que nos permite tocar o que ressoa no mundo em que habitamos, bem como para ver como o mundo espiritual por trás do mundo físico se revela. Com elas, renovamos o contato com a nossa fonte criativa e de toda a realidade. Com isso, obtemos acesso a faixas ilimitadas de energia para criar uma realidade.

Sincronicidade e o despertar espiritual
Ana Dantas
Sincronicidade como sintoma do despertar espiritual

Não tenho nenhuma dúvida de que a sincronicidade é coreografada por uma inteligência penetrante que se encontra no coração da natureza e se manifesta em cada um de nós através do conhecimento intuitivo e, portanto, uma indicação de uma transformação mais profunda. Mas, para que serve a sincronicidade?

Sob o ponto de vista holístico e universalista, o aumento da sincronicidade faz parte do despertar espiritual. Principalmente quando temos consciência disto e estamos atentos aqui e agora. É como se ocorresse muitos pequenos milagres, pois situações sincronizadas nos diz que estamos agindo na direção certa ou fazendo as escolhas acertadas. O nosso corpo espiritual usa a sincronicidade para se comunicar conosco.

É uma conexão de pessoas e eventos que representa um mecanismo fundamental do universo, operando a partir do domínio oculto da existência. O mundo visível representa a mente consciente enquanto a parte oculta é o seu inconsciente. As sincronicidades também estão ligadas com presságios, visões, números e símbolos. Passamos, então a ver coisas a que dá significado espiritual. Tudo tem uma mensagem. Basta ficarmos atentos a elas.


Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of